Sala de Imprensa

Releases

15.12.2016 Fazer download

Biblioteca Monteiro Lobato em São Bernardo é revitalizada

  • Reforma financiada pela Fundação Toyota do Brasil teve início em abril e é entregue antes do prazo previsto;
  • Espaço ganhou conceito ‘verde’ com o uso de painéis solares e reúso da água de chuva;
  • Wi-FI gratuito e computadores também fazem parte da nova estrutura; 

A nova Biblioteca Pública Municipal Monteiro Lobato, em São Bernardo do Campo (SP), foi oficialmente inaugurada e entregue para a população nesta sexta-feira, dia 2. A revitalização financiada pela Fundação Toyota do Brasil recuperou as condições do edifício, a praça, o entorno do espaço e foi entregue no prazo mínimo de sete meses. A cerimônia oficial no início da tarde contou com presenças do prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, o secretário de Cultura do município, Osvaldo de Oliveira Neto, o presidente da Toyota do Brasil, Koji Kondo, o CEO da Toyota para América Latina, Steve St.Angelo, o vice-presidente corporativo da Toyota do Brasil, Percival Maiante, e o presidente da Fundação Toyota do Brasil, Ricardo Bastos.

O investimento de R$ 5 milhões proporciona mais conforto aos usuários e segurança ao acervo. O pavimento térreo tem conceito de “biblioteca aberta”. O espaço é um ambiente único, dividido por estantes baixas, com fechamento em vidro. Após passar pelo controle de entrada, o usuário está livre para acessar os livros.

A nova Monteiro Lobato, uma demanda do Conselho de Orçamento Participativo do Município, também tem espaço infantil, sala temática e plataforma elevatória para as pessoas com mobilidade reduzida. A maior novidade é a nova sala multiuso, para até 120 pessoas sentadas, contemplando o Espaço Café, que pode ser frequentado independente do funcionamento da biblioteca. No primeiro andar estão as salas e trabalho Braille, livros raros, espaço de estudos, espaço digital, gabinete de estudos, diretoria e a administração da unidade.

A obra ganhou ainda o conceito ‘verde’ por meio da instalação de painéis de energia solar e reúso de água da chuva. A captação do recurso hídrico é feita nos telhados por caixas que direcionam para uma cisterna, localizada na área gramada do espaço e que tem capacidade de cinco mil litros. A água é bombeada para um reservatório elevado e distribuída para os vasos sanitários dos banheiros da biblioteca. A expectativa é que haja uma redução de 30% no consumo de água potável. Já os painéis convertem os raios solares em energia elétrica, abastecendo os postes da área externa do espaço público e da praça Jorge Singer. Os painéis solares contam com uma fotocélula, sensor de luz autom&aacu te;tico, que identifica o baixo grau de luminosidade, garantindo a iluminação no período noturno ou de baixa luz por até 12 horas consecutivas.

Além disso, o espaço de estudos recebeu mais tecnologia. A Fundação Toyota do Brasil investiu na contratação de oito pontos de Wi-FI, que será gratuito para os visitantes, e na compra de 14 computadores, dois notebooks, dois tablets, dois videogames, que estão instalados no espaço digital.

“A Toyota sempre apostou em iniciativas que estivessem ligadas ao desenvolvimento da sociedade brasileira. E reforçou o seu comprometimento por meio da Fundação Toyota do Brasil em 2009. Esta parceria é mais um compromisso com São Bernardo do Campo, que tem extrema importância para nossa história. Nós esperamos que a população aproveite bastante a nova Biblioteca Monteiro Lobato e que cuide dela com muito carinho”, enfatiza Ricardo Bastos, presidente da Fundação Toyota do Brasil.

Primeira cidade a receber uma fábrica da Toyota fora do Japão, São Bernardo do Campo tem importância histórica para a marca japonesa, que já apoiou projetos sociais na cidade como o Trilhas Culturais e Memória Local na Escola. Após a criação da Fundação Toyota do Brasil, em 2009, a entidade vem ampliando o investimento em ações que visam a formação dos cidadãos, na conservação do meio ambiente e na contribuição no desenvolvimento das comunidades.

A obra teve início em abril, sendo entregue antes do prazo de 15 meses como previsto no Diário Oficial da União. O valor original da reforma de até R$ 5 milhões também previsto no documento foi mantido sem a aplicação de investimento extra mesmo com o sistema de reuso de água, painéis solares e equipamentos eletrônicos, que não constavam no projeto inicial.

Sobre a Fundação Toyota do Brasil

Criada em abril de 2009, a Fundação Toyota do Brasil atua na preservação ambiental e formação de cidadãos. Além das novas iniciativas surgidas com a sua instituição, a Fundação Toyota do Brasil unificou e ampliou todos os projetos de responsabilidade social em andamento, que estavam sob a responsabilidade da montadora Toyota do Brasil.

Nacionalmente, a Fundação Toyota do Brasil patrocina desde 2009 o Projeto Toyota APA Costa dos Corais, em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do governo federal. O projeto prioriza a conservação dos recifes de corais e ecossistemas associados ao peixe-boi marinho em uma área de 413 mil hectares nos estados de Alagoas e Pernambuco.

No Pantanal sul-mato-grossense, o apoio de mais de duas décadas ao Projeto Arara Azul nas atividades de proteção e monitoramento da espécie retirou, em 2014, a ave da Lista de Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção. Na década de 90, especialistas contabilizavam cerca de 1.500 aves e hoje, com o apoio da Toyota, estima-se uma população de 5 mil aves naquela região.

Localmente, a entidade agrega ainda as ações sociais implantadas e mantidas nas comunidades onde a empresa possui unidades, como Indaiatuba (SP), Guaíba (RS), Porto Feliz (SP), Sorocaba (SP) e São Bernardo do Campo (SP). As iniciativas compreendem as áreas de educação, meio ambiente e cultura, e contam com o apoio dos colaboradores da empresa como voluntários.

Para entrar em contato com a Fundação Toyota do Brasil, envie uma mensagem para: contato@fundacaotoyotadobrasil.org.br

ESTATUTO DA FUNDAÇÃO

PARCEIROS