Sala de Imprensa

Releases

15.12.2011

Desde julho na estrada, Expedição Pantanal finaliza última etapa

Finalizando o longo trabalho de pesquisa realizado nestes seis meses de Expedição Pantanal, que mapeou as práticas sustentáveis desenvolvidas na região, a equipe do projeto esteve em Corumbá e Serra do Amolar.

Nesses locais, os expedicionários visitaram instituições como a Embrapa Pantanal, Instituto Homem Pantaneiro, Instituto ACAIA Pantanal, além de fazendas, comunidades, o Parque Nacional do Pantanal e a Aldeia Indígena de Guatós.

Nessa etapa, chamou a atenção de todos o trabalho desenvolvido pelo Instituto ACAIA Pantanal, que realiza atividades sócio-educativas com crianças do Mato Grosso do Sul. Foi destaque também o trabalho da Embrapa Pantanal, que atua nas áreas de recursos pesqueiros e pecuária. O vôo sobre a Serra do Amolar, um local de beleza única e selvagem, também comprovou as boas práticas de pecuaristas, ribeirinhos e da comunidade local na conservação da área.

Para a equipe, as ações de muitos projetos visitados durante a expedição podem ser compartilhadas e replicadas com sucesso. As cidades de Cáceres, Corumbá e Poconé reúnem diversas iniciativas interessantes, exemplos para qualquer ecossistema ou bioma. Os expedicionários ainda destacam que a EXPedita, como é conhecida a Hilux SRV 4x4 que transporta a equipe do projeto, foi fundamental para o sucesso da expedição, possibilitando a chegada a todos os destinos, mesmo em locais com terrenos acidentados e de difícil acesso.

Lucila Egydio, coordenadora executiva do projeto, avalia a expedição como repleta de surpresas, com grupos trabalhando com seriedade a questão cultural, a pesquisa sendo realizada de forma profissional, com pesquisadores de alta qualidade e capacidade de beneficiar o Pantanal, promovendo a transformação da população local em agentes ambientais. “É impressionante como o pantaneiro ama o Pantanal, é incrível como são receptivos, é fantástico observar como tem gente trabalhando para conservar o local. Em resumo, o Pantanal tem ações positivas sim, pessoas cuidando da “casa”. Foi muito bom observar tudo isso de perto”, conclui.

A próxima fase, que deve ser concluída no início de fevereiro, será compilar todas as informações coletadas em campo e apresentar a primeira prévia aos parceiros e à imprensa. Logo após, serão realizados eventos regionais nas principais cidades visitadas pela Expedição Pantanal, como Cáceres, Poconé, Corumbá, Miranda, Aquidauana e Coxim, com finalização em dois grandes eventos em Campo Grande e Cuiabá. O Guia de Práticas Sustentáveis este previsto para ser lançado após estas apresentações, no segundo semestre de 2012.

Projeto Expedição Pantanal

O Projeto Expedição Pantanal, criado pelo Instituto SOS Pantanal com patrocínio da Fundação Toyota do Brasil, percorrerá o Pantanal até dezembro de 2011 mapeando as melhores práticas nas áreas de educação, saúde, turismo, meio ambiente e economia. O grupo contará ainda com a presença de chefes de cozinha, que terão a missão de estudar e documentar a culinária local.

A coleta de dados realizada ao longo da viagem orientará estratégias para a proteção do Pantanal e o diagnóstico de problemas socioambientais, que resultarão na elaboração de um guia de práticas sustentáveis, um documentário e um livro fotográfico sobre a região.

Primeira iniciativa na região

O Projeto Arara Azul foi a primeira ação patrocinada pela Fundação Toyota do Brasil no Pantanal Sul Mato-Grossense. A ação recebe o apoio da instituição desde 2009, embora já conte com a ajuda da Toyota desde a sua criação, em 1990. A iniciativa visa a proteção das araras azuis, aves ameaçadas de extinção nativas daquela região.

No total, são monitoradas aproximadamente 3 mil aves, que vivem em 364 ninhos espalhados por 47 fazendas pantaneiras. O apoio logístico para o monitoramento dos ninhos do projeto é feito com picapes Hilux, com tração 4X4, que permitem a locomoção da equipe de biólogos entre as regiões de preservação, onde as estradas são, em sua maioria, não pavimentadas.

Fundação Toyota do Brasil

Criada em abril de 2009, a Fundação Toyota do Brasil tem suas atividades focadas na preservação ambiental e formação de cidadãos. Além das novas iniciativas surgidas com a sua criação, a Fundação Toyota do Brasil também unificou e ampliou todas as ações de responsabilidade social já em andamento, que estavam sob a responsabilidade da montadora, Toyota do Brasil.

A Fundação Toyota do Brasil agrega ainda as ações sociais implantadas e mantidas nas comunidades onde a montadora possui unidades, em Indaiatuba (SP), Guaíba (RS), Sorocaba (SP) e São Bernardo do Campo (SP). Estas iniciativas compreendem as áreas de educação, meio ambiente e cultura, e contam com o apoio dos colaboradores da empresa como voluntários.

Para entrar em contato com a Fundação Toyota do Brasil, envie uma mensagem para: contato@fundacaotoyotadobrasil.org.br

ESTATUTO DA FUNDAÇÃO

PARCEIROS