Sala de Imprensa

Releases

01.04.2014

Fundação Toyota do Brasil completa 5 anos de atividades

Economia aos cofres públicos, geração de renda e preservação e multiplicação de espécies em risco de extinção são alguns dos resultados positivos de cinco anos de atividades da Fundação Toyota do Brasil. Constituída para ser o braço social da Toyota do Brasil, a entidade foi instituída em 2009 com o objetivo de focar em ações de conservação ambiental, formação de cidadãos, além de unificar, incorporar e ampliar todas as iniciativas sociais que a montadora desenvolve desde sua chegada ao Brasil, em 1958. Para isso, a instituição mantém dois tipos de atuação: projetos nacionais e projetos locais.

São dezenas de atividades realizadas pela Toyota ao longo das últimas décadas. Este é o caso do Projeto Arara Azul em que a Toyota está presente com ações de apoio e proteção do bioma pantaneiro no Mato Grosso do Sul, desde 1989. E em 2009, reforçou ainda mais a sua participação por meio da Fundação Toyota do Brasil. Hoje, são monitoradas três mil aves que vivem em 455 ninhos, espalhados por 57 fazendas da região. Na década de 90, especialistas contabilizavam apenas 1.500 araras-azuis. Com o importante apoio da Toyota, hoje há cerca de 5.000 indivíduos voando no céu do Pantanal brasileiro.

“Com o apoio logístico da Toyota foi possível chegar até regiões de difícil acesso e ampliar nosso monitoramento de ninhos do projeto. O número de araras-azuis está crescendo. O objetivo final é tornar a reprodução autossustentável, por meio das ações dos biólogos do Instituto”, explica Neiva Guedes, bióloga idealizadora do projeto e responsável pelo Instituto Arara Azul.

Os resultados positivos têm fortalecido o projeto, que existe há 25 anos. Em 2013, a Fundação Toyota financiou a construção do Centro de Sustentabilidade do Instituto Arara Azul, em Campo Grande (MS), o qual é agora a sede do Instituto e, ao mesmo tempo, objetiva garantir a perenidade das ações da entidade de forma que ela se torne economicamente autossustentável. Além disso, o local vai proporcionar um novo tipo de turismo na região – o de informação e observação das araras na cidade e no Pantanal, principalmente no período de reprodução. O espaço poderá receber também pesquisadores e estudantes nacionais e estrangeiros interessados em estágio e treinamento fornecidos pelo Instituto Arara Azul.

Ainda na região Centro-Oeste, a Fundação Toyota do Brasil desenvolve, em parceria com o Instituto SOS Pantanal, o Projeto Expedição Pantanal, que percorreu 14 mil quilômetros por dez rotas na região da Bacia do Alto Paraguai e do Pantanal. Um trabalho com duração de cinco meses para mapear as boas práticas de saúde, segurança e meio ambiente idealizadas pela sociedade civil organizada. Uma picape Toyota Hilux SRV 4X4 acompanhou a equipe durante todo o trajeto, enfrentando as mais difíceis trilhas do Pantanal. A coleta de dados realizada ao longo da viagem orientou estratégias para a proteção do Pantanal e o diagnóstico de problemas socioambientais, que resultaram na elaboração de um guia de práticas sustentáveis, um documentário, um livro fotográfico sobre a região e exposições em locais públicos.

Outro importante projeto ligado à preservação do meio ambiente está concentrado no bioma brasileiro mais devastado, a Mata Atlântica. Em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica, o projeto Toyota APA Costa dos Corais tem como prioridades a conservação dos recifes de corais, proteção das áreas de manguezais, preservação do habitat e dos ecossistemas associados ao peixe-boi-marinho – mamífero aquático mais ameaçado do Brasil –, e o desenvolvimento de negócios sustentáveis ligados à pesca e ao turismo responsáveis dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais, um dos ambientes recifais mais importantes do mundo.

Como característica das iniciativas de desenvolvimento sustentável, foi criado um fundo, administrado pela Fundação SOS Mata Atlântica, para que o projeto seja autossustentável em um período de dez anos. No total, são mais de 413 mil hectares de área protegida na Toyota APA Costa dos Corais, que abrange oito municípios em Alagoas e três em Pernambuco. E para que cumpra sua meta, o fundo só poderá ser utilizado após adquirir capacidade de gerar, com seu próprio rendimento, os recursos necessários para a manutenção das atividades de gestão da área previstas no plano de trabalho do projeto.

”Acreditando na seriedade de ações e dos profissionais envolvidos, a Fundação Toyota vai continuar apoiando e investindo em projetos que formem, conscientizem e multipliquem os ótimos resultados como os que que têm sido apresentados, ano após ano”, ressalta Ricardo Bastos, diretor-presidente da Fundação Toyota do Brasil.

Voltados para a área socioeducacional, os projetos Ambientação e o Toyota Trilhas Culturais são exemplos de iniciativas que promovem o desenvolvimento pessoal de crianças e adolescentes aliados à conservação do meio ambiente. Realizado por meio de parceria com as prefeituras de Indaiatuba (SP), Guaíba (RS) e instituições de Sorocaba (SP), o Ambientação capacita crianças, jovens e profissionais com o objetivo de disseminar práticas sustentáveis, utilizando uma metodologia exclusiva da Toyota. Na rede municipal de ensino, por exemplo, alunos e representantes são desafiados a reduzir o consumo de recursos naturais e a implantar gerenciamento de resíduos nas unidades que atuam. Em Indaiatuba, o projeto já contribuiu com a economia de R$ 70 mil aos cofres públicos e reduziu em 50% o consumo de recursos naturais nas escolas. Desde 2008, a ação já envolveu mais de 415.000 pessoas.

Por meio da Lei Rouanet de incentivo à Cultura do Ministério da Cultura, a instituição apoia desde 2009 o Toyota Trilhas Culturais, que atingiu mais de 350.000 pessoas, das cidades em que a montadora possui unidades: Guaíba (RS), Indaiatuba (SP), São Bernardo do Campo (SP), São Paulo, Sorocaba e Porto Feliz (SP).

Durante um dia inteiro de programação ocorrem apresentações de orquestra, oficinas de música, teatro, circo, exposição de artes plásticas, fotografias e artesanatos, estimulando a produção e a manifestação cultural, aproximando o público das expressões artísticas locais.

“Fornecendo atividades dessa amplitude, favorecemos a democratização da cultura local e criamos condições para que pessoas de todas as idades se aproximem da arte de forma lúdica e vibrante”, afirma George Costa e Silva, diretor executivo da Fundação Toyota do Brasil.

Já o Toyota Dream Cart Art Constest é um concurso cultural apoiado pela Fundação Toyota do Brasil que promove a criatividade artística infantil. Anualmente, jovens têm a oportunidade de se inscrever no programa, desenhar o seu “Carro dos Sonhos” e concorrer com crianças e adolescentes de outros países a uma viagem ao Japão para conhecer a matriz da Toyota.

Com o objetivo de levar atividades recreativas, cidadania e cultura para as comunidades localizadas no entorno da unidade fabril de Indaiatuba (SP), a Fundação Toyota do Brasil promove também o evento de Dia das Crianças. O projeto é realizado no mês de outubro no Parque Corolla, com atividades que despertam a conscientização ambiental e o respeito pelas pessoas. Desde 2007, a ação já reuniu mais de 36 mil pessoas. Em 2014, a cidade de Sorocaba (SP) passa também a receber o evento.

Outra contribuição da Fundação Toyota do Brasil para a educação, meio ambiente e cultura é o Projeto Vitrine Cultural, realizado em Guaíba (RS), onde a Toyota possui seu centro de distribuição. A ação foi baseada na restauração da “Casa do Juiz”, que serviu de residência para os primeiros juízes da Comarca da cidade nas décadas de 60 até 90. Com o objetivo de fomentar o desenvolvimento turístico e cultural da cidade, além de servir de apoio aos visitantes como centro de informações turísticas da região, o espaço aberto ao público foi inaugurado em 2012 com o objetivo de ser palco para exposições, lançamentos de livros, oficinas, palestras, entre outros, sendo considerado um marco da revitalização do Centro Histórico da cidade. Em pouco menos de dois anos de inauguração, o espaço já recebeu mais de 90 mil visitantes de diversos países.

Visando colaborar também com o desenvolvimento do conceito de cidadania entre alunos da rede pública de ensino, torná-los agentes da história de seu município e promover o diálogo entre a escola e a comunidade, a Toyota e a Fundação Toyota do Brasil realizaram, durante cinco anos, o projeto Memória Local na Escola. A metodologia usada consiste em formar grupos pedagógicos entre professores, coordenadores e alunos para registrarem, organizarem e divulguarem as histórias dos moradores das comunidades. Ao final do projeto, além de conhecimento, a coleta de informações resulta em diferentes produtos, como livros, revistas, cartões postais ou calendários. A ação beneficiou quase 10 mil alunos, 718 professores e coordenadores e 245 escolas das cidades onde a Toyota está presente.

Para saber mais informações, visite o site da Fundação Toyota do Brasil na internet www.fundacaotoyotadobrasil.org.br

Para entrar em contato com a Fundação Toyota do Brasil, envie uma mensagem para: contato@fundacaotoyotadobrasil.org.br

ESTATUTO DA FUNDAÇÃO

PARCEIROS