Sala de Imprensa

Releases

25.10.2017 Fazer download

Maior unidade federal de conservação marinha do Brasil completa 20 anos

Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais dribla desafios e reforça compromisso na proteção ambiental

Os 413 mil hectares de área protegida entre 3 municípios de Pernambuco e 10 de Alagoas foram instituídos por Decreto Federal há 20 anos. Nesta segunda-feira, dia 23, a Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais, a maior Unidade de Conservação (UC) federal do Brasil, celebrou estes 20 anos com muitas conquistas na preservação da biodiversidade marinha, em Tamandaré, no estado de Pernambuco, onde está localizado o Centro de Pesquisas do Nordeste (CEPENE).

Entre as principais conquistas desde 1997 está a aprovação do Plano de Manejo, em 2013, estabelecendo o zoneamento da APA e seus principais programas de ação. Em 2011, a UC ganhou um reforço nas atividades de proteção ambiental por meio do projeto Toyota APA Costa dos Corais, uma parceria público-privada entre a Fundação Toyota do Brasil, a Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Já o trabalho de conscientização ambiental na sétima Unidade de Conservação mais visitada do Brasil entre 320 que existem, é um dos grandes desafios. Iran Normande, chefe da APA e analista ambiental do ICMBio, explica como funciona uma Unidade de Conservação de Uso Sustentável. “Este, sem dúvida, é um dos maiores desafios que enfrentamos na APA Costa dos Corais. Além das atividades ambientais, são permitidas atividades econômicas como a pesca e o turismo, possibilitando que moradores e turistas desfrutem dos recursos naturais da região de maneira sustentável, ou seja, garantindo esse uso para as gerações atuais e futuras”.

A parceria com entidades locais vem sendo fortalecida durante esses 20 anos. Anualmente, o plano de ação é feito de forma colaborativa. Todos os parceiros mediam as prioridades para o ano vigente. Uma das entidades mais antigas do local, com quase duas décadas, é o Instituto Recifes Costeiros (Ircos), que coordena a Zona de Preservação da Vida Marinha (ZPVM) de Tamandaré, proporcionando o aumento dos estoques pesqueiros, preservando e garantindo a evolução natural dos ambientes marinhos dentro da Unidade de Conservação (UC), além de elevar a produção pesqueira em áreas adjacentes. Atualmente, além de Tamandaré, fechada há 18 anos, existem mais duas zonas de preservação em atividade, localizadas em Japaratinga e Maragogi, no estado de Alagoas.

Enquanto isso, a Associação Peixe-boi e o Projeto Peixe-boi/ICMBio lutam pela conscientização da importância em salvar o ambiente e o peixe-boi marinho em Porto de Pedras (AL). Já no município alagoano de Maceió, o Instituto Biota desenvolve pesquisas para proteção da fauna e da flora e a conservação de mamíferos aquáticos e das tartarugas marinhas na região sul da APA Costa dos Corais.

As atividades educacionais ficam por conta do Instituto Bioma Brasil, possibilitando maior conhecimento dos ecossistemas costeiros e sua diversidade biológica e cultural, da Associação Milagrense de Turismo Sustentável (Amitus) e dos Jovens Protagonistas, que trabalham na conscientização da rede hoteleira local e dos jovens da região, respectivamente.

“Este é um projeto que nos dá muito orgulho. Não só pelos resultados positivos a cada ano, mas pela percepção da mudança de comportamento em jovens, moradores e nos turistas sobre a importância da biodiversidade brasileira. É o que temos de mais importante. Vamos continuar apoiando ações e parceiros comprometidos com o meio ambiente”, destaca Percival Maiante, presidente da Fundação Toyota do Brasil.

Sobre a Fundação Toyota do Brasil

Criada em abril de 2009, a Fundação Toyota do Brasil atua na preservação ambiental e formação de cidadãos. Além das novas iniciativas surgidas com a sua instituição, a Fundação Toyota do Brasil unificou e ampliou todos os projetos de responsabilidade social em andamento, que estavam sob a responsabilidade da montadora Toyota do Brasil.

Nacionalmente, além do Projeto Arara Azul , a Fundação Toyota do Brasil patrocina desde 2011 o Projeto Toyota APA Costa dos Corais, em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do governo federal. O projeto prioriza a conservação dos recifes de corais e ecossistemas associados ao peixe-boi marinho em uma área de 413 mil hectares nos estados de Alagoas e Pernambuco.

Localmente, a entidade agrega ainda as ações sociais implantadas e mantidas nas comunidades onde a empresa possui unidades, como Indaiatuba (SP), Guaíba (RS), Porto Feliz (SP), Sorocaba (SP) e São Bernardo do Campo (SP). As iniciativas compreendem as áreas de educação, meio ambiente e cultura, e contam com o apoio dos colaboradores da empresa como voluntários.

Para mais informações, visite o site da Fundação Toyota do Brasil na internet www.fundacaotoyotadobrasil.org.br.

Para entrar em contato com a Fundação Toyota do Brasil, envie uma mensagem para: contato@fundacaotoyotadobrasil.org.br

ESTATUTO DA FUNDAÇÃO

PARCEIROS